top of page
Buscar
  • Martha Deliberador

São Paulo deve ter safra recorde de trigo em 2022



Câmara setorial da triticultura projeta colheita de 400 mil toneladas no Estado neste ano


O Estado de São Paulo pode fechar este ano com uma safra de trigo recorde, de cerca de 400 mil toneladas. A estimativa foi apresentada na sexta-feira, na primeira reunião da Câmara Setorial da cultura no Estado. A Cooperativa Agrícola de Capão Bonito (CACB) e o Sindicato da Indústria do Trigo de São Paulo (Sindustrigo) participaram do encontro, realizado em formato híbrido.


Os cálculos consideram os registros de colheita das quatro maiores cooperativas paulistas que atuam na produção do cereal. “Esse número será atingido se as condições climáticas deste ano forem favoráveis para o cultivo, o que aumentaria a produtividade no Estado, tendo em vista que a área plantada será similar à de 2021”, explica o presidente da Câmara Setorial de Trigo Victor Oliveira, em nota.


Caso essa expectativa se concretize, os produtores de São Paulo reverteriam a queda na produção registrada no ano passado, que foi afetada pelas geadas durante o desenvolvimento do trigo. “O fator climático e o aumento nos custos envolvidos na produção foram elementos que limitaram a 255 mil toneladas a cultura do trigo na última safra ”, afirmou o dirigente.


A rentabilidade dos produtores, em contrapartida, melhorou, puxada, em parte, pelo aumento dos preços do trigo no último ano.


Na reunião, Ruy Zanardi, diretor industrial do Grupo Ocrim, foi eleito como o novo presidente da Câmara Setorial do Trigo de São Paulo. Ele será o sucessor de Victor Oliveira no posto.


Fonte: Valor Econômico

2 visualizações0 comentário
bottom of page